Site do Centro de Documentação e Memória - ICEFLU - Patrono Sebastião Mota de Melo

Tradução Google

Portuguese Dutch English French German Italian Japanese Spanish

Santa Missa

Este ritual é realizado nos dias indicados pelo Calendário Oficial: Passagem do Padrinho Sebastião  no dia de São Sebastião (20 de janeiro), Semana Santa, passagem do Mestre Irineu (6 de julho), Finados (2 de novembro) e também todas as primeiras segundas-feiras de cada mês (depois do Terço das Almas), na despedida de pessoas que fizeram sua passagem (corpo presente, sétimo dia e primeiro ano) e ocasiões especiais por solicitação à presidência do centro local.
 
Deve ser sempre realizada às 16:00h, de farda azul, a salvo quando realizada após algum dos hinários oficiais, de farda branca.
 
Não são tocados instrumentos musicais nem há bailado. As pessoas ficam sentadas em torno da mesa (em número de 5, 7, 9 ou 12), homens e mulheres em seus respectivos lados.                                                                                                                  
O Ritual é aberto com: "Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos Deus, Nosso Senhor, de nossos inimigos. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém." Em seguida, abre-se o Terço (ver Ritual específico) e ao seu final são cantados os hinos da Missa à capela. Entre cada hino são rezados três Pai-Nossos e três Ave-Marias intercalados.
 
Obs.: Durante o oitavo hino, o presidente da mesa, sentado à cabeceira, e mais três pessoas (dispostas na forma de cruz) ficam de pé com uma vela acesa em sua mão direita. Ao final do hino e suas rezas, as velas são recolhidas pelo fiscal. As mesmas devem ser dispostas em local adequado, em forma de cruz e deixadas queimando até o fim. 

Nas missas das primeiras segunda-feira de cada mes em benefício das almas, além do acréscimo já referido no terço, podem ser cantado hinos para os seres desencarnados.