Site do Centro de Documentação e Memória - ICEFLU - Patrono Sebastião Mota de Melo

Tradução Google

Portuguese Dutch English French German Italian Japanese Spanish

Comunicado da ICEFLU para a Irmandade - Aniversário Madrinha Rita

0
0
0
s2sdefault

Aniversário 90 Anos da Madrinha Rita - A Organização do Evento

 
A) Preparação
 
Em nome da nossa querida madrinha Rita, a ICEFLU está se preparando neste Festival da Fogueira de 2015 para receber nossos visitantes, para os festejos em prol da aniversariante. Ela sempre que pode tem perguntado sobre os preparativos e deixado claro sua preocupação para que todos sejam bem recebidos.
 
Por isto é que estamos conclamamos a todos para que, dentro de um grande espírito de união, possamos estar irmanados para vencer o grande desafio desta organização. Pois o êxito depende desta conjugação de esforços entre nossa comunidade mapiense, igrejas e visitantes.
 
B) Grupos de Trabalho
 
Cientes deste grande desafio, estamos iniciando a formação dos seguintes grupos:
  • Coordenação ( integração entre os grupos)
  • Infra-estrutura (caminhos, pontes, lixo, obras)
  • Produção ( alimentos de origem local)
  • Hospedagem (pousadas, casas,hotéis, etc)
  • Transporte (organização canoeiros, taxi, etc)
  • Segurança (fiscalização, ronda, etc)
  • Igreja Provisória (montage do teto provisório)
  • Gerenciamento administrativo e financeiro
  • Comunicação (página web,  visitação)
 
C) O Projeto do Evento
 
A partir do levantamento de custos a ser realizado pelos grupos de trabalho, pretendemos fazer um projeto de captação de recursos que nos possibilite fazer um cronograma de ações . Este projeto será divulgado pela irmandade e também disponibilizaremos uma conta para doações.
 
D) O Salão para os festejos
 
Como todos sabem, nossa Igreja está em obras. O domo onde realizamos os trabalhos enquanto nossa nova sede vai se erguendo não é suficiente para abrigar um evento de tal magnitude. Não será possível executar o projeto da cobertura do salão central a tempo dos festejos. Portanto estamos fazendo um estudo no sentido de conseguir preparar um teto provisório e um salão para abrigar as centenas de visitantes que estamos esperando para o festival, sem que isto pare nem se torne incompatível com o ritmo da obra da nossa Igreja definitiva que está em curso.
 
Estão sendo estudadas duas opções: colocar uma lona nova e maior sobre o domo e/ou conseguir fixá-la nas colunas já erguidas da igreja. Concomitante a isto, será necessário fazer um piso, que será usado posteriormente como contrapiso do salão da nova Igreja. A cobertura terá uma vida útil de aproximadamente um ano e meio até a conclusão da cobertura definitivo.
 
E)  Pacotes de Visitação 
 
Existe um grupo procurando organizar  pacotes para o transporte, hospedagem e alimentação.  Eles poderão ser reservados em conjunto ou separadamente. 
 
F) Inscrições
 
Portanto instamos a todos que se utilizem dos meios que serão disponibilizados via web em breve para abertura das inscrições. Nesta página haverá um formulário de inscrição detalhado a ser preenchido para facilitar nossa organização e também orientação e recomendações úteis para todos.
 
G) Formas de pagamento do pacote
 
Estamos pensando em duas formas de viabilizar os pagamentos de algum dos pacotes e da taxa de inscrição pelo sistema paypal, através do website. Isto possibilitaria o pagamento via cartão de crédito. As outras despesas seriam saldadas através da criação de uma moeda local, para funcionar dentro da comunidade. Os visitantes trocariam seu dinheiro na recepção do Mapiá e fariam os pagamentos dos  demais pacotes e / ou serviços em moeda local, podendo recuperar o que não gastaram quando do seu retorno.
 
H)Taxa de inscrição
 
Estamos estudando também pedir uma pequena taxa, no ato  de inscrição, com dois objetivos:
 
  • Para que  a Igreja possa arcar com o feitio e a produção da grande quantidade do SD necessária para este Encontro;
  • Para a AMCVM executar algumas das obras de manutenção necessárias.
 
I) Transporte
 
A parte do transporte subdivide-se em terrestre (taxi do aeroporto para Boca do Acre) e fluvial (lancha e/ou canoa de Boca do Acre/ Fazenda/  Vila Céu do Mapiá). A parte terrestre está bem equacionada e o mais dificil será a parte fluvial, na medida que não contamos ainda com a adesão de todos os prestadores de serviço neste setor e eles poderão cobrar a seu critério. Só iremos nos responsabilizar por aqueles prestadores credenciados pela organização oficial do evento. Estes deverão cobrar um preço justo negociado com a organização do evento.
 
J) Hospedagem
 
Pensamos em criar 3 níveis de pacote:
  • Pousadas (com café da manhã e sem);
  • Casas de família; 
  • Redários com instalações coletivas e camping;
     
As opções por casa de família, dependendo do caso, implicam em trazer roupa de cama, ajuda de feira e algum tipo de ajuda na rotina e serviço da casa. 
 
Estamos levantando o número de vagas disponíveis para cada um destes casos.
 
K) Alimentação
 
Estaremos dispondo também um pacote de alimentação na Coxinha Geral Comunitária, com as 3 refeições básicas (café, almoço e ceia). 
 
A proposta deste restaurante é de oferecer uma alimentação natural e saudável, valorizando os nossos produtos locais. Para isto estamos criando uma rede de abastecimento para trazermos estes produtos das praias do Purus, Fazenda e colocações que se disponham a fornecê-los. Mas teremos outros estabelecimentos e lanchonetes oferecendo refeições de diversos tipos.
 
L) O papel das Igrejas na organização 
 
Contamos com nossas diretorias e lideranças  a fim de que promovam reuniões internas e orientem seus associados no sentido da utilização dos canais oficiais de inscrição. Assim como também ajudem a promover e organizar grupos por igreja para facilitar as reservas e também a logística das viagens. As informações a serem prestadas no formulário também são de grande importância, principalmente se existe alguma reserva e combinado prévio com famílias e moradores daqui do Mapiá para receber os visitantes.
 
Oportunamente pretendemos disponibilizar um pequeno manual com informações e orientações importantes para os nossos visitantes.
 
Também pedimos às nossas igrejas e diretorias que, por ocasião das reuniões internas para organização da viagem, não estimulem a vinda de pessoas novas , dando preferência aos fardados ou membros firmados da casa. Especial atenção deve ser dada também no caso de pessoas em processo de cura ou que estejam apresentando algum tipo de problema disciplinar nas irmandades locais.
 
M) Voluntários
 
Estamos incentivando também a criação de uma rede de trabalhadores voluntários que possam nos auxiliar nas diversas frentes de organização e execução que envolve nosso evento. No próprio formulário de inscrição haverá um campo para alistar estas pessoas que pretendem exercer o trabalho voluntário em alguma das diversas comissões a serem montadas, dentro dos seus dons e aptidões.
 
N) Programação
 
O calendário do evento será o calendário oficial da Igreja para o Festival. Consideramos que a disponibilidade de tempo das pessoas vai variar muito e que devemos levar em conta a abertura do festival no dia 12 de junho. Entendemos que o fluxo maior de visitantes se concentrará em torno do São João e do aniversário propriamente dito da Madrinha, extendendo-se ao São Pedro. Nessa medida estará previsto outros eventos, oficinas e trabalhos paralelos, para os que chegarem mais cedo ou prolongarem sua estadia.
 
O) Comunicação e União
 
Ainda estamos dando os primeiros passos para iniciar este  trabalho de organização e vencer este grande desafio. Este comunicado se constitui no primeiro passo dos procedimentos oficiais visando a preparação do evento do aniversário da Madrinha. Mas estamos valorizando também todas as iniciativas que já foram tomadas nesta direção, campanhas que se encontram abertas nas redes sociais e outras mais que podem vir a se materializar pela iniciativa de irmãos e irmãs desta grande irmandade. Procuraremos integrar todas as ações na mesma direção, para que elas se auxiliem mutuamente e reforcem o nosso objetivo comum.
 
Céu do Mapiá , 25 de março de 2015
 
Assessoria de comunicação / ICEFLU
Comissão Organizadora do Evento
Diretorias
 
 
 
 

Editorial de Lançamento do Site

0
0
0
s2sdefault
Para nós é motivo de celebração o relançamento do site da nossa igreja, www.santodaime.org. Um trabalho que nos custou muitos anos e se prolongou bem mais do que esperávamos desde que o antigo site foi desativado. Mas creio que a demora valeu a pena e que teremos muitas coisas boas e úteis para oferecer aos nossos associados e também para o público em geral. 
 
Estamos lançando o site com aquilo que julgamos o essencial, a fim de não prolongarmos por mais tempo sua inauguração. Nossa ênfase está nos conteúdos para consulta e também no suprimento de material doutrinário necessário para todos os membros, como: hinários, cadernos, normas e recomendações sobre o ritual, gravações autorizadas, áudios de palestras  dos mestres e padrinhos, filmes, fotos históricas, documentos, etc.
 
Estaremos divulgando também algum material inédito do nosso acervo, que está sendo organizado na forma de um Centro de Documentação da História e Memória da doutrina. Em breve, no ítem do menu correspondente, estaremos possibilitando uma forma de acessar este acervo em alta resolução . E também ferramentas para que todos possam ceder material relevante para ser disponibilizado a partir do site. Contamos também, como fonte de referência, com o excelente trabalho realizado por outros sites e blogs em funcionamento. Pretendemos usá-los também estas fontes como material de consulta e links. 
 
Além disto, queremos noticiar os eventos em nossas diversas comunidades e principalmente o que ocorre na nossa sede na Vila Céu do Mapiá e o intenso trabalho social e ambiental realizado junto nas calhas do rio Purus, Juruá, na Floresta Nacional do Purus e do seu entrono.  
 
Esperamos com isto difundir boas notícias e contribuir para a aproximação e o dialogo entre as demais linhas ayahuasqueiras. Para nós, é motivo de grande alegria podermos hoje comungar livremente esta bebida milenar das selvas sul americanas, a AYAHUASCA/SANTO DAIME, sacramento e eixo do trabalho espiritual das nossas igrejas da ICEFLU e também de diversas outras denominações religiosas. 
 
Pretendemos também informar e dar suporte a este importante tema que é a liberdade religiosa do Santo Daime. Nossas conquistas neste campo, se deveram principalmente a nossa luta, junto com as demais entidades religiosas ao curso dos últimos 30 anos. Também pela abertura do Governo Brasileiro, que através da SENAD e outros órgãos federais, tiveram a sensibilidade de colocar sobre a proteção do Estado este autêntico patrimônio cultural e espiritual do nosso país. Tanto é assim que se encontra também em curso  um projeto no MinC e no IPAHAAN para registrar  certos aspectos da prática religiosa da Ayahuasca como um bem cultural da nação brasileira.
 
Esta regulamentação do uso religioso da Ayahuasca/Santo Daime, foi feita definitivamente através do parecer de novembro de 2006 do grupo multidisciplinar de trabalho-GMT/CONAD, transformada em portaria pelo plenário do Conselho Nacional Antidrogas e publicado no DOU em janeiro de 2010. Foi realizada através de um grande diálogo entre Governo, Academia e as principais tradições que fazem uso religioso da ayahuasca. Representou um grande avanço e o término de décadas de perseguições e preconceitos contra nossa religião.
 
Se algumas lacunas ainda persistem na legislação adotada, a nossa luta continua para garantir que a nossa irmandade, hoje espalhada em todo mundo tenha os nossos mesmos direitos de praticar livremente a sua crença religiosa.
 
Gostaria agora, antes de encerrar este editorial e fazer alguns agradecimentos, pedir licença para fazer umas reflexões filosóficas e espirituais e prestar uma homenagem.
 
Mesmo com tantos anos de trabalho espiritual constante e com o auxílio inestimável deste acelerador e amplificador de consciência que é o Santo Daime, ainda assim não é fácil entender e confiar no que iremos encontrar na outra margem da existência. De alguma maneira, enfrentar este enigma com serenidade é um dos nossos principais objetivos.
 
Sem dúvida existe alguma coisa muito sagrada nesta fronteira entre o que chamamos de vida e de morte  e que na verdade é a continuação de uma mesma coisa. E ao pensarmos sobre o que seja este tremendo mistério , só nos resta reverenciá-Lo, independente do seu nome ou da sua forma.
 
Para onde iremos depois da nossa jornada terrestre? Talvez para onde tivermos acreditado. E que isto será tanto mais acolhedor quanto melhor  tivermos nos preparado ainda em vida. Este é o significado verdadeiro de “nascer de novo”. E este “lugar” para onde vamos , na  verdade deve ser um outro estado de consciência. Chamem isto do que quiserem... Deus é o seu nome mais conhecido. 
 
Este lampejo ou cintilar efêmero da nossa presença que se chama nossa vida, brilha por uma fração mínima de segundo diante da imponência do Cosmos e suas miríades de constelações. Só resta o consolo de que pelo menos  essa “ luz da nossa vida/volte ao domínio seu”, como tão bem sintetiza os versos do hino do Padrinho Alfredo Gregório de Melo, atual dirigente espiritual da ICEFLU.
 
E com esta citação eu quero finalizar este editorial auspicioso de anúncio do novo site com uma homenagem muito merecida ao meu saudoso irmão, amigo e colaborador Carlos Gustavo Nunes Pereira, o Guta que encarnou como ninguém este trabalho árduo de sua reconstrução, se dedicando a ele com muita energia e tenacidade, principalmente quando pressentiu que a piora da sua doença não o deixaria com tempo de assistir ao seu lançamento, o que estamos finalmente fazendo somente hoje, quase tres anos após sua passagem.
 
Nesta fase já difícil para ele, muitas vezes conversamos e especulamos sobre o significado da vida e da morte. E estes versos- que um dia lembrei numa destas conversas- passou a acompanhá-lo. Ele sempre os citava em alguns momentos mais difíceis. E também foram lembrados e cantados na cabeceira do seu leito no hospital, bem próximo a sua passagem.
 
Muito obrigado Guta, por sua inestimável contribuição, paciência e carinho  com este trabalho que hoje estamos dando a luz! Aí está o fruto do nosso trabalho e você sempre será lembrado nele.
 
Ficam também meus agradecimentos a todos que colaboraram em diversas etapas desta construção: Breno, Victor, Antônio, Brock, Neide e muitos outros. Sem esquecer também do Jose Murilo e Manoel Poppe, nossos percussores e idealizadores das versões mais antigas do site, que foi a base inicial deste nosso trabalho. E que pelo  seu conteúdo e valor intrínseco, continuará acessível para ser navegado e consultado.
 
Esperamos que através do www.santodaime.org possamos forjar ainda mais nossa identidade enquanto linha espiritual. E que ele ajude também a promover a paz, a tolerância, a liberdade e o dialogo entre todas as linhas ayahuasqueiras e daimistas.  E que seja útil para toda a nossa irmandade, hoje presente em todo mundo, nestes tempos tão difíceis em que vive nosso planeta.
 
Ainda temos ainda muito trabalho pela frente e esperamos contar com a ajuda de todos.
 
Harmonia, Amor, Verdade e Justiça
 
Alex Polari de Alverga
 Editor chefe do site
 

Arquivos do Blog